Miguel Angelo celebra 35 anos de carreira em 2019

Em Janeiro próximo cumprir-se-ão 35 anos desde a primeira entrada de Miguel Angelo num estúdio de gravação. Tinham início os Delfins e desde então a sua vida ficou estritamente ligada às gravações e actuações ao vivo, à escrita e interpretação de canções que marcaram a História da Música Portuguesa.

É sempre bom celebrar 35 anos de carreira, mais ainda se aos êxitos de sempre se juntarem novas aventuras sonoras, porque nestes casos a coisa certa a fazer é continuar e não descansar à sombra dos louros obtidos.

2019 trará novo disco, novas canções e inusitadas colaborações, até porque muitas coisas mudaram desde esse dia distante em que o estúdio de Paço de Arcos se abria para receber uns miúdos novos, cheios de ideias e energia. Muitas coisas mudaram sim, na maneira como se grava, se comunica, se conduz uma carreira, mas as ideias e a energia mantêm-se.

Poucos são os artistas nacionais que conseguem juntar nos seus espectáculos ao vivo um publico transversal e numeroso, composto por várias gerações. Miguel Angelo é certamente um deles e 2019 encarregar-se-á, mais uma vez, de o comprovar.