Wolf Manhattan

wolf mahattan afirma
Fotografia André Tentugal

“Wolf Manhattan é um produtor que, numa época não específica, vivia acima de uma loja no centro de Nova Iorque. Rodeado pela colecção de discos do tio, um gravador de 4 pistas e uma guitarra dos anos 50 (que pertencia a um conhecido artista da Rough Trade), descobriu que a única forma de acalmar a solidão seria ouvir vozes periféricas mas principescas do garage, do indie e da pop. 

Compor e gravar tornaram-se então os seus melhores companheiros. O resultado dessa amizade são 13 canções despojadas que falam de corações partidos, dúvidas e dívidas pessoais, más decisões, sonhos perdidos e empregos precários.

Todos estes temas estão agora compilados em álbum, disponível a 22 de Setembro de 2022.”

Tudo isto é verdadeiro! 

Uma verdadeira criação do inquieto músico, compositor, produtor João Vieira que depois de marcar o panorama musical nacional com projectos tão díspares como complementares como os X-Wife, as festas Club Kitten e o alter-ego electrónico White Haus, regressa agora transfigurado na personagem Wolf Manhattan.

Num extravaso que nasce de uma urgência criativa em plena pandemia, João Vieira socorreu-se de referências lo-fi para construir esta nova persona folk-punk-garage. Adam Green e os seus Moldy Peaches, Jonathan Richman sem os Modern Lovers, os Velvet Underground e o nome maior que é Daniel Johnston foram os companheiros de viagem para escrever esta história e criar uma nova sonoridade que se apresenta como um antídoto para neutralizar as complexidades do dia a dia.

Socorrendo-se de um órgão com caixa de ritmos dos anos 70 comprado num farrapeiro, de guitarras vintage e da produção do amigo André Tentúgal, compôs, através de demos perdidas no tempo e da inspiração do momento, 13 novos temas de arestas definidas, orelhudos e directos, cujo calor do som analógico e temáticas familiares são o (auto) alívio perfeito para um mundo saturado com tantos artifícios.

Porque são muitas as camadas e vias pelas quais Wolf Manhattan se dá a conhecer, a capa do disco – assinada pelo artista inglês Toby Evans-Jesra – é também um emocionante jogo de tabuleiro com personagens, cenários e perguntas que dão acesso a todo o universo desta misteriosa personagem.

Wolf Manhattan e a sua história, têm edição em vinil, numa tiragem limitada a 200 cópias.

“Keep your dreams alive!”

Próximas datas

28 Out
22:00

Wolf Manhattan

Galeria ZDB, Lisboa
bilhete
3 Nov
21:30

Wolf Manhattan

CCOP, Porto
bilhete